Eu achava que ter um filho era trabalho pesado. Eu não imaginava o que seria ter um filho que engatinha. Especialmente um que tem atração por cadeiras e baús. Para complicar ainda mais, Amianinho gosta de engatinhar até a parede da sala e, após tentar comê-la, tentar alcançar a tomada. A proteção de plástico que colocamos para evitar choque eétrico despertou nele outro impulso: o de comer a bendita pecinha de plástico. Não serão meses fáceis, estes.