Esta semana olhando o filho brincar vi quando ele deu um tapa na bola de pilates da mãe. Vi a cara de entusiasmo dele, ao fazer a bola rolar com um tapa. Deu para vir a alegria dele nessa descoberta tão simples e fundamental. E eu passei cinco anos fazendo um doutorado, que meu deu prazer, mas nada tão imenso quanto a de dar um tapa em uma bola pela primeira vez. Ao invés de ficar pensando em coisas diferentes, acho que eu devia passar mais tempo tentando lembrar das coisas realmente importantes que eu fiz quando bebê.