Eu já reclamei muito do Gordon Brown aqui. Ele perde muito tempo procurando ser o que não é (Tony Blair). Etc etc. Mas o discurso que ele fez no encontro do Citizens UK é um dos melhores que eu já vi-ouvi. Ele está zangado com a possibilidade do progresso dos últimos 13 anos voltar atrás, está puto com aqueles que não acreditam mais nos ideais do partido trabalhista (com ele também, eu imagino). E fez o discurso que devia ter feito um mês atrás.

É duro pensar no debate político acontecendo no Brasil, quando um candidato é escolhido por falta de candidato melhor, e o outro porque estava na fila há muito tempo. Isso é uma coisa que eu não vou discutir com ninguém aqui. O governo Lula foi um progresso tremendo. O do FHC tinha sido um grande progresso, mas precisava do governo Lula para corrigir um monte de coisa (ênfases, políticas, etc).  Mas o período de redemocratização do Brasil deixa para as eleições de 2010, além de um país muito melhor do que o de quando Sarney chegou ao poder, um país sem lideranças políticas. Essa eleição é como um jogo de segunda divisão: as caneladas,trombadas e erros do juiz vão gerar muita discussão, muitas acusações de lado e lado e vão despertar muitas emoções. Mas não vai ser bonito de se ver e vai acabar em empate, sem que ninguém ganhe nada.