A Inbev, proprietária da marca Budweiser nos EUA, acaba de perder a ação para ter os direitos exclusivos de usar o nome Budweiser na Europa. A simpática cervejaria checa pode continuar usando o nome e honrando os amantes da boa cerveja. Porque a grande diferença entre as duas é que a americana tem gosto e cheiro de mijo, a checa é cerveja de verdade.

Enquanto isso, e muito a propósito, a hospitalidade de meu anfitrião em uma rápida visita a Porto Alegre esta semana incluiu, além de uma visita ao mais interessante e ativo instituto cultural da cidade, o Studio Clio, provar a estupenda cerveja Abadessa, que eu não conhecia e da qual virei fã. Essa foi, aliás, uma das grandes mudanças ocorridas no país enquanto eu morei fora: a qualidade da cerveja melhorou demais. Aquelas porcarias de sempre continuam por aí (mas não tem mais Malt 90, ao que eu saiba). Mas você acha umas coisas muito boas em bares e supermercados.