Notinhas esparsas:

1. Política externa à la Clovis Rossi, ou: se correr o bicho pega se ficar o bicho come.

2. Franklin Martins se esquece (de novo) que tem uma eleição rolando.

3. O melhor dos mundos para Aécio Neves e Geraldo Alckmin: Serra vencer com votações expressivas em Minas e SP. O governo Serra irá durar exatos 30 segundos. O tempo do telefone tocar (celular, graças às privatizações) com as cobranças.

4. CNBB libera bispos para falar de aborto. O próximo passo é liberá-los para falar de divisão de terras, exploração capitalista e coronelismo. Eu tinha certeza de que Bento XVI (o homem da propaganda fide) era contra misturar teologia e política. Como eu sou burro.

5. Dilma adota a única postura politica e moralmente aceitável para uma chefe de Estado sobre o aborto: é questão de saúde pública. Com a palavra agora o democrata (com trocadilho, por favor) José Serra.