1. Aqui se faz qui se paga. Alckmin fará auditoria em contratos feitos no governo Serra. Porque pimenta no popó dos outros não arde, não é Zé?

2. Ministra da cultura sugere que se use CDs do Gilberto Gil e telas de Tarsila Amaral para guardar comida e fazer bolo respectivamente.

3. Minha notícia preferida: ministro octogenário nega ter usado dinheiro público para promover orgia. O JB online publicou a maior prova contra as acusações: olha a pinta do sujeito e me diga se alguém conseguiria manter uma ereção com ele por perto.

4. General faz a desfaçatez de dizer que existência de desaparecidos políticos não é uma vergonha. Alô-alô dona Dilma, taí o primeiro a demitir. Alô-alô seu general, não confunda: ter a mão na zona não é uma vergonha, desaparecido político é uma vergonha sim!